Santos, 20 de outubro de 2021 11:10

Da Baixada Santista e do Mundo

+22
°
C

DF anuncia ações para facilitar a vida de pessoas com deficiência

Por:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on skype
Share on telegram
Share on email
Share on print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Um programa lançado hoje (21) pelo governo do Distrito Federal (GDF) pretende incluir digitalmente 20 mil pessoas. Chamado Conecta +, o programa será focado inicialmente em pessoas com deficiência física de baixa renda.

A ideia é disponibilizar a esse público pacotes de dados e chips com internet 4G gratuita. A avaliação que definirá os primeiros beneficiários do programa será feita a partir da aplicação de “uma série de metodologias de avaliação de políticas públicas”, e os critérios para a participação no programa serão divulgados no site do GDF.

Mobilidade

Durante a cerimônia de lançamento do Conecta +, e em meio à série de eventos de celebração ao Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência, o GDF anunciou também o lançamento de outro programa voltado a esse público: o DF Acessível, que disponibilizará, na capital federal, 25 vans adaptadas adquiridas pela Sociedade de Transporte Coletivo de Brasília (TCB).

Os veículos estão equipados com rampa de acesso para cadeira de rodas, ar-condicionado, espaço para dois cadeirantes, além de cinco assentos. Segundo o GDF, “o serviço levará o usuário da porta de casa até o destino escolhido e vice e versa. Os interessados devem fazer o cadastro na sala da TCB e da Secretaria da Pessoa com Deficiência, localizada na Estação 112 Sul do metrô”.

Para acessar o benefício, é necessário apresentar documentação médica. A princípio, o serviço será prestado apenas a pessoas com deficiência motora, mas há possibilidade de, futuramente, ser estendido a portadores de outras deficiências.

“As vans terão seus itinerários estabelecidos por meio de software e do Sistema de Posicionamento Global (GPS). A TCB pretende atender até 250 pessoas por dia com o serviço. O próximo passo será a disponibilização de um aplicativo para acompanhar a localização do veículo. A previsão é de que os primeiros passageiros sejam atendidos ainda no mês de outubro”, informa o GDF.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on skype
Share on telegram
Share on email
Share on print