Santos, 20 de outubro de 2021 10:25

Da Baixada Santista e do Mundo

+22
°
C

Dubai: Brasil divulgará oportunidades de uso sustentável da Amazônia

Por:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on skype
Share on telegram
Share on email
Share on print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse hoje (1º), em Dubai, que o Brasil precisa aproveitar a Expo 2020 para divulgar aos estrangeiros as oportunidades de negócio que o uso sustentável do patrimônio natural brasileiro podem proporcionar. A afirmação foi feita durante inauguração oficial do pavilhão do país na exposição mundial que foi aberta hoje nos Emirados Árabes Unidos.

“A atração de investimento e a geração de emprego e renda na Amazônia serão fundamentais para a conservação da floresta”, disse Mourão, destacando que, pelos próximos seis meses, o pavilhão será a principal vitrine do Brasil para apresentar seu potencial ao mundo.

Segundo o vice-presidente, a principal mensagem que o Brasil quer levar à Expo 2020 se relaciona com a sustentabilidade, que é justamente o tema do distrito da Expo 2020, onde fica o pavilhão do Brasil. “O Brasil é um país que produz energia limpa, que tem mais de 60% do seu território coberto por vegetação original, que tem um know-how em combustíveis limpos. Essa é a mensagem que queremos deixar muito clara, num momento em que todo mundo está voltado para essas questões.”

 

Expo Dubai 2020 é aberta com pavilhões de mais de 190 países. – Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

Buscando melhorar a imagem internacional do país, Mourão afirmou que o país só usa cerca de 8% de seu território para produção de alimentos e que, mesmo assim, consegue alimentar mais de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo. “A gente tem que intensificar esse discurso de forma clara e também deixar nosso compromisso com aquilo que são as nossas obrigações, nacionalmente determinadas, para atingir os objetivos que o mundo tem hoje de amenizar o aquecimento global.”

Para o vice-presidente, as críticas em relação à forma como o Brasil lida com a Amazônia não têm fundamento. “Muita coisa é dita, observando-se pequenos pedaços da Amazônia. A Amazônia é muito grande. A maioria das pessoas no mundo não têm noção da dimensão da Amazônia. Só o bioma amazônico ocupa quase metade do nosso território. Temos que mostrar a realidade da Amazônia”.

Países árabes

Mourão disse que o Brasil precisa avançar nas relações com as nações árabes e aproveitar o potencial mercado para os alimentos e tecnologia agropecuária brasileiros na região.

“Vim do Egito agora. O Egito só tem 8% do seu território disponível para a atividade produtiva. Então, a segurança alimentar lá é um problema sério. E o Brasil tem dois aspectos. Um é o fornecimento de alimentos. Outro é a tecnologia que possuímos, ou seja, colocar valor agregado. Nosso agronegócio é altamente tecnológico”, disse.

*O repórter e o fotógrafo Marcelo Camargo viajaram a convite da Apex-Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on skype
Share on telegram
Share on email
Share on print